sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Entrecosto de Porco com Massa Frita

Em primeiro lugar, a massa frita. Já andava há bastante tempo para fazer esta deliciosa preparação de massa que tinha visto no blogue do Luís. Assim, cozi cotovelos al dente escorri e deitei numa frigideira onde já tinha derretido manteiga. De seguida, conforme o relato do Luís:

"Frite em manteiga, mexendo de tempo a tempo, para não queimar, mas não demasiado amiúde, para dar tempo à formação da crosta castanha e estaladiça, responsável pela magnífica textura deste acompanhamento."

Bem, só posso dizer que ficou excelente.

Relativamente ao entrecosto, temperei com sal e selei-o em azeite; dispus a carne em folha de alumínio, deitei o azeite por cima, pimenta e cebola. Fechei a "embalagem" e levei a forno pré-aquecido a 180º C num tabuleiro de alumínio (por ter uma inércia térmica muito inferior à do barro, permite que a carne, já selada coza rapidamente e sem queimar e a cebola fique numa "papa suculenta) durante cerca de 40 minutos. Abri a embalagem e, sem deixar escorrer o molho, deixei alourar um pouco.

A carne ficou uma maravilha, no ponto certo de cocção e dourada; a massa, feita desta forma é fantástica.




4 comentários:

  1. essa massa frita do Luis anda a deixar-me louca!

    ResponderEliminar
  2. Não sei dizer o que está mais tentador; se a massa frita se o entrecosto...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar