domingo, 7 de julho de 2013

Dão Álvaro de Castro Reserva 2008



Alfrocheiro, Touriga Nacional e Tinta Roriz. Vinho com fruta madura e bosque, fresco e com a elegância que caracteriza os vinhos do Álvaro de Castro. São informações do contra rótulo. É o vinho que tem no rótulo o nome da região e o nome do produtor, para além do epíteto reserva. Tem que ser bom, caramba. E é. Se calhar seria o vinho que recomendaria a alguém que quissesse saber o que é um vinho do Dão e nunca tivesse provado nenhum. Dizer isto é quase um paradoxo, sabendo-se como os vinhos do Álvaro de Castro levam a marca do produtor, mas foi mesmo o que senti quando o estava a beber. Belo vinho num excelente momento de prova, mas a mostrar que se pode guardar mais uns anos.



Acompanhou muito bem um cozido de enchidos e fumados.

Sem comentários:

Publicar um comentário