sexta-feira, 24 de abril de 2015

Salada de Favas com Morcela

Esta preparação tem inspiração numa outra que tinha feito há três anos e que descrevi aqui.


 
 
Comecei por arranjar as favas e deitei-as numa panela com água temperada apenas com um pouco de sal. Deixei levantar fervura e desliguei a placa. Ficaram uns cinco minutos até as escorrer, passar por água fria, voltar a escorrer e reservar.
 
Deitei as favas numa taça, juntei um raminho de coentros frescos, umas poucas de sementes de coentros secas e esmagadas grosseiramente no almofariz, uma folha de alho picada, um pouco de pimenta de caiena moída e reguei com bom azeite e vinagre (usei aqui o azeite Oliveira Ramos de que tinha deixado nota aqui e o vinagre da mesma marca, feito a partir de um vinho de colheita tardia, com oito anos de estágio, como se refere no site do produtor). Cortei um pedaço de uma cebola nova em meias rodelas muito finas e envolvi tudo. Levei ao frio durante umas horas para harmonizar sabores.
 
Meia hora antes de servir, retirei a taça do frio e voltei a envolver. Deixei a descansar e quando estava à temperatura ambiente, deitei um fio de azeite na sertã e estalei umas rodelas de morcela.
 
Servi assim, com as favas no meio do prato e as rodelas de morcela a envolver.
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário