terça-feira, 26 de junho de 2012

Lóios Branco e Marquês(es) de Borba 2011

João Portugal Ramos renovou recentemente a imagem dos seus vinhos Loios, Marquês de Borba e Vila Santa. 


O vinho de entrada, Loios branco ficou com um ar muito apelativo com este novo rótulo. Já o vinho, continua a ser uma referencia ao preço (€ 2,99). Para beber descontraidamente, é uma boa escolha, também no restaurante (desde que não peçam mais que seis euros por uma garrafa).
   

O Marquês de Borba situa-se logo acima na gama de preços. O branco custa € 4,99, é feito de Arinto, Antão Vaz, Verdelho e Viognier, tem uns interessantes 12,5º de álcool, boa acidez e boa aptidão gastronómica. Acompanhou muito bem um linguado no forno.


O tinto custa um pouco mais (cerca de € 5,90) e é feito com Alicante Bouschet, Aragonês, Touriga Nacional, Syrah e Cabernet Sauvignon, estagia em madeira de segundo ano e tem 14º de álcool. Boa fruta, bom corpo, madeira presente sem incomodar, está também ele um vinho de boa prova, com boa aptidão gastronómica, apenas a pedir algum cuidado na temperatura de serviço. Provei-o a acompanhar entrecosto de porco confitado com legumes cozidos. 


Resumindo, são três vinhos de 2011, bem feitos e com boa aptidão gastronómica e propostos a preço cordato. 


(vinhos enviados pelo produtor)


1 comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar