segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Grandes Quintas 2010




Depois de ter provado o Grandes Quintas Reserva 2010 de que dei nota aqui, provei o colheita do mesmo ano. Feito com touriga nacional, tinto cão, touriga franca e tinta roriz, estagia dez meses em barrica de carvalho francês (presumo que usada). Aparece neste momento algo marcado pela madeira, a par das notas de fruta madura qb e das florais do tourigo, mas é fresco e tem aquela rusticidade duriense que agrada e pede mesa e comida à altura.

Acolitei-o com uma costeleta de vitela mirandesa grelhada, acompanhada com batatas assadas a murro e grelos cozidos, com alho picado e bom azeite (o Romeu) e a ligação foi feliz. O PVP recomendado é de sete euros, justo face à qualidade do vinho. 


(vinho enviado pelo produtor)


Sem comentários:

Publicar um comentário