sexta-feira, 27 de maio de 2016

3 Brancos do Douro




 
  • Maritávora 2014, feito pelo Jorge Serôdio Borges, elegante, fresco, porreiro para beber ou guardar...
  • Quinta da Covada 2011, feito pelo João Pinto, passou por uma fase "parva" e agora está um vinhão. Quem me dera ter mais...
  • Ensaios Soltos Viosinho 2011, do Márcio Lopes. Sempre muito composto, agradável e com garra.
 
3 perfis, 3 brilhantes Enólogos e 3 vinhos que não se encontram em qualquer lado, mas que merecem prova atenta.
 
Para mim, brancos de luxo fazem-se no Minho, no Dão, na Bairrada e em Bucelas, mas estes 3 Durienses são muito bons.
 

Sem comentários:

Publicar um comentário