terça-feira, 10 de junho de 2014

Quinta das Bágeiras Espumante Bruto Natural Super Reserva 2011 | Ensopado de Pregado



 
No sábado passado fui visitar um dos mais emblemáticos produtores portugueses de vinho, um vigneron, um wine freak, o produtor do ano de 2013 da RV e agora Comendador da Ordem do Mérito Empresarial, o Mário Sérgio Alves Nuno.
 
Foi com sentida satisfação que recebi a notícia de que o seu trabalho de um quarto de século foi reconhecido pela Presidência da República.
 
Quem passa aqui no blog sabe que sou um admirador (quase) incondicional do Mário e dos seus vinhos e não estranhará que neste 10 de Junho tenha brindado com um espumante dele enquanto assistia à cerimónia da entrega das condecorações.
 
Escolhi o Super Reserva de 2011, acabado de sair para o mercado. 3480 garrafas numeradas (a minha era a 1444) dum vinho feito com Maria Gomes e Bical. Tem 13º de álcool e naturalmente, não encanta gregos nem troianos quando se abre, já que foge do que se espera de um espumante de festa, facilidade, fruta e tal... É sério e grande, pede um bom copo, dispensando flutes e uma hora depois de aberto (com uma manga para se manter fresco) é que começa a mostrar tudo, principalmente se tiver comida à altura.

 
Acompanhei-o com um ensopado de pregado do mar de Mira, como este de que deixei nota aqui e ligou muito bem. O pregado ficou no ponto, com a carne sápida, firme, como se gosta :)
 
 
Parabéns, Sr. Comendador :)
 


 

Sem comentários:

Publicar um comentário