sexta-feira, 13 de Abril de 2012

Caldeirada de Bacalhau | Muros Antigos Escolha 2010

Esta é uma singela caldeirada feita apenas com bacalhau. Tacho de fundo grosso, cebola cortada em rodelas de cerca de 7mm, alho esmagado e fatiado, pimento em tiras, tomate (de época só na época dele, pelo que este era conservado), batatas às rodelas finas, um raminho de hortelã, uma folha de louro, um ar de pimenta branca e outro de pimentão doce, um pouco de água (a cobrir o fundo do tacho), bacalhau em pedaços e um generoso fio de bom azeite. Vai a lume brando durante 35 a 40 minutos, não mais, até as batatas se apresentarem macias. 


Serve-se assim, sem delongas.


Fiz este prato para experimentar um vinho de preço médio (€ 5,99 no Jumbo do Parque Nascente) e da região dos vinhos verdes, com algum tempo de garrafa (da colheita de 2010) e que me foi dando muito prazer a beber desde que foi lançado há pouco mais de um ano. Há uns anos atrás, por esta altura, os vinhos verdes de 2011 eram bem capazes de já estarem a começar a perder a frescura e os de 2010 (tirando alguns alvarinhos) já deviam ter entregue a alma ao criador. Mas não é que este Muros Antigos Escolha de 2010 me pareceu estar agora num ponto óptimo de consumo? Continua limpo nos aromas cítricos com alguns toques tropicais, está muito bom na boca, fresco e com bom final e acima de tudo, parece que cresceu. Muito polido e agradável de beber, foi uma excelente companhia para o prato. Belo vinho... 

2 comentários:

  1. sem mais delongas mesmo, que não é necessário mais nada.
    esse é um prato que se come muitas vezes aqui por casa, mas costumo partir o bacalhau em pedaços mais pequenos.

    ResponderEliminar
  2. Sou fã de caldeirada mesmo quando só de bacalhau... e esta tem ar de ter ficado supimpa.
    Achei graça aos cerca de 7 mm...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar